Carnaval | Jeozadaque | 06/06/2011 10h04

Campanha do Agasalho 2011 mobiliza a cidade por inverno mais aconchegante à população carente

Compartilhe:

Na manhã do último sábado, 3, Campo Grande amanheceu com o sabor especial da solidariedade. Diversos voluntários se reuniram em prol de uma causa, que é proporcionar um inverno mais confortável para a população carente do município. Esta foi a Campanha do Agasalho 2011 - o Arrastão da Solidariedade - que em seu sexto ano de realização confirmou novamente a excelente parceria entre a Prefeitura de Campo Grande e a empresa Águas Guariroba em torno de causas sociais. Ao todo, cerca de 500 pessoas, divididas em quatro grupos, percorreram ruas da cidade arrecadando doações como agasalhos, cobertores, calçados e outras peças. A cada edição do projeto, todo o material recolhido é entregue no Fundo de Apoio à Comunidade (Fac), órgão ligado à Prefeitura Municipal de Campo Grande. Lá, as doações são separadas por tipo de peças e em seguida são restauradas, lavadas e passadas para integrarem kits a serem doados a famílias carentes cadastradas no Fac. O “arrastão” começou cedo. No local da concentração, na Rua Antônio Maria Coelho com Via Park, os voluntários contaram com café da manhã para reforçar as energias. Às 9h, fizeram alongamento e foram acolhidos pela organização da campanha. O Prefeito Nelson Trad Filho estava entre os motivadores. “Esta campanha também é para sensibilizar outras empresas para que elas se mirem no exemplo da Águas Guariroba. Ser solidário é algo que não tem preço e com esses agasalhos a população carente campo-grandense terá um inverno mais aconchegante”, conta. A primeira dama de Campo Grande, Maria Antonieta Amorim Trad, que participa ativamente da organização da campanha, mais uma vez acompanhou o arrastão e saiu de casa em casa em busca de doações. Para ela, o excelente resultado da campanha reflete o perfil do campo-grandense. “Felizmente, o nosso povo é um exemplo de solidariedade, o que permite com que esse projeto tenha sempre excelentes resultados. As pessoas compreendem que esta união de esforços culmina no bem estar dos mais necessitados. Ficamos muito felizes com a adesão das pessoas, com os números das doações e com o reconhecimento do nosso trabalho”, explica. Também no time da organização, o presidente da Águas Guariroba, José João “JJ” Fonseca, fez questão de destacar, em suas palavras, que a união faz a força. “Essa parceria com a prefeitura é excelente, pois tem ajudado a população a não passar frio durante o inverno. É uma alegria muito grande juntar a família Águas com a Prefeitura e tantos outros colaboradores por uma causa tão nobre, que colhe resultados tão bons”, diz, citando que em 2010 foram doadas mais de 50 mil peças de agasalho, 38 mil somente no dia do arrastão. De casa em casa - Após a acolhida, os participantes seguiram em carreata pelo Centro para divulgar o projeto. Na sequência, os quatro grupos se dividiram e seguiram para diferentes regiões da cidade, onde saíram em busca das doações. Além dos funcionários da Águas e da Prefeitura, diversas pessoas sensíveis à causa se voluntariaram. “Este é um dos trabalhos mais gratificantes que fazemos durante o ano, porque envolve empresas, prefeitura, voluntários e a comunidade numa só causa. Todo o ano, temos muito trabalho com a formação dos kits, mas é um trabalho bom, revigorante, por isso aparece tanta gente”, explica Denise Mandarano, diretora do Fac. Na mesma energia, a voluntária Lenir Guimarães, que trabalha no Instituto Mirim, explica o que a fez procurar o grupo. “É uma questão de responsabilidade, de solidariedade do cidadão quando fazem pequenos atos que significam muito para os mais carentes. No fim das contas todo esse esforço faz com que a gente se sinta muito bem”, relata. O grupo do qual fizeram parte a primeira dama, Antonieta Trad, e o presidente da Águas, JJ Fonseca, seguiu rumo à região das Moreninhas. Lá, o resultado foi surpreendente, tamanho o volume de doações arrecadadas no bairro, um dos mais populosos de Campo Grande. A dona de casa Evanice Rosa de Sousa foi a primeira a contribuir. “A gente vê o tempo inteiro a necessidade das pessoas. Tem coisa que a gente não usa mais e não precisa ficar guardando, tem que doar. Se Deus quiser, esses sapatos vão ter proveito para pessoas que precisam mais”, conta. Também dona de casa, Rosimeire Bezerra da Silva fez questão de contribuir com a Campanha do Agasalho. “Às vezes a gente junta um monte de coisas sem serventia pra nós, mas não tem ou não sabe onde entregar. A iniciativa dessa campanha é muito boa, pois passa na nossa casa e conta com a solidariedade de cada um. É muito importante que todo mundo tenha consciência que é importante participar”, conclui. Serviço - As pessoas que não foram contempladas com visitas do arrastão e quiserem participar da campanha, podem se informar dos locais de doação por meio do 0800-642-482-7 ou do 115. Ao todo, são sete pontos de recebimento disponibilizados pela Águas Guariroba. Da Redação

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS